sicnot

Perfil

Mundo

Atentado em Madagáscar faz dois mortos e 84 feridos durante festejos

Um atentado com granadas fez hoje pelo menos dois mortos e 84 feridos num estádio em Antananarivo, Madagáscar, durante as celebrações do dia nacional do país, indicaram as autoridades.

A população festejava o dia da independência no estádio Mahamasina, quando as granadas rebentaram, tendo o presidente, Hery Rajaonarimampianina, atribuído o ataque a "divergências políticas".

Os dois mortos são dois adolescentes de 16 e 18 anos.

"Podem existir divergências políticas, mas os atos de desestabilização são inadmissíveis. Não se pode matar assim a população", declarou o presidente do país, considerando o ataque um "ato terrorista".

Fez ainda um apelo à calma entre a população, advogando que não se responda com violência mas com a aplicação da lei, "o mais severamente possível".

Madagáscar tem tentado sair de um longo período de instabilidade política, iniciada em 2009, quando o presidente da câmara de Antananarivo, Andry Rajoelina, derrubou o então presidente, Marc Ravalomanana.

Lusa

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.