sicnot

Perfil

Mundo

PP volta a ganhar eleições em Espanha sem maioria

O Partido Popular (PP, direita) é o grande vencedor das eleições legislativas espanholas, apesar de não obter a maioria absoluta, sendo o único partido a ganhar percentagem de votos e lugares no parlamento, em relação às eleições anteriores, de dezembro.

© Vincent West / Reuters

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) conseguiu evitar o que todos estavam à espera, o ser ultrapassado pela coligação de esquerda Unidos Podemos (uma aliança de radicais de esquerda, comunistas, ecologistas e partidos regionais), mas perde lugares na assembleia, apesar de ver aumentado ligeiramente a percentagem de votos.

Os partidos tradicionais do sistema político espanhol (PP e PSOE) conseguiram parar o movimento que parecia irreversível no sentido do aumento de votos dos novos partidos, a Unidos Podemos e partido de centro-direita Ciudadanos do centro).

Ainda não é possível prever qual será a coligação que irá permitir uma solução governativa, que não foi possível construir na sequência das últimas eleições, em 20 de dezembro último.

Segunda-feira inicia-se um período de negociações para tentar desbloquear esse impasse político, tendo todas os partidos garantido nos últimos dias da campanha eleitoral que não seria necessário repetir as eleições pela terceira vez.

Com 98,78% dos votos escrutinados o PP tinha 33,0% dos votos (28,71 em dezembro) e 137 lugares no Congresso dos Deputado, enquanto o PSOE obteve 22,70% dos votos (22% em dezembro) e 85 lugares (90).

Por seu lado, a Unidos Podemos chego aos 21,13% e 71 lugares e o Ciudadanos obtinha 13,03% (13,94%) e 32 (40) lugares.

O Congresso dos Deputados tem 350 lugares e a maioria é alcançada com metade mais um (176) desse número.

Última atualização às 23:40

Com Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47