sicnot

Perfil

Mundo

Decretado "estado de emergência ambiental" em Santiago do Chile devido a poluição

Os elevados níveis de poluição em Santiago do Chile obrigaram as autoridades a decretar, no domingo, "estado de emergência ambiental" na capital chilena, uma medida que deverá paralisar 40% da frota automóvel.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Esta medida foi adotada "devido às más condições de ventilação e com o objetivo de garantir a saúde da população", indicaram as autoridades de Santiago do Chile em comunicado.

Hoje, feriado no país, 40% do parque automóvel da capital chilena, que conta com mais de 1,9 milhões de veículos, será imobilizado.

Trata-se do primeiro estado de emergência instaurado desde junho de 2015, em plena Copa América no Chile.

O "estado de emergência ambiental", que figura como a medida de alerta mais elevada prevista por lei, é ativado quando os níveis de poluição ultrapassam a barreira das 500 partículas finas (PM 2,5).

A situação geográfica da capital chilena, com aproximadamente sete milhões de habitantes, encaixada entre as montanhas da Cordilheira dos Andes, perturba a renovação do ar.

  • Esquerda desce, direita sobe
    1:19
  • Ministério Público já tem fita do tempo do surto de legionella
    2:19