sicnot

Perfil

Mundo

Governo turco critica Papa por falar de "genocídio arménio"

O Papa Francisco não está a ajudar o processo de paz no Cáucaso do Sul, ao usar a palavra 'genocídio arménio' durante a visita à Arménia na sexta-feira, advertiu hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros turco.

reuters

"Vemos com tristeza que a visita do Papa à Arménia, neste momento crítico, não contribui em nada para a paz e a estabilidade necessária ao Cáucaso do Sul", garantiu, em comunicado, o ministério, em relação aos últimos combates e negociações entre a Arménia e o Azerbaijão sobre o Nagorno-Karabakh.

No texto, o ministério turco lamentou que Francisco "adote incondicionalmente" a visão da Arménia que - garantiu - "não corresponde nem à verdade histórica, nem à legalidade".

Desta maneira, o Papa "volta a fazer uma discriminação com base na religião", indicou a nota.

O governo turco espera que o Papa "mantenha uma atitude de mediador" com o "nobre princípio de deixar um futuro de amizade e paz às gerações vindouras", indicou.

No sábado, um dos cinco vice-primeiros-ministros turcos, Nurettin Canlikli, tinha qualificado o uso da palavra 'genocídio' pelo papa como uma "grande desgraça" que manifestava "uma mentalidade das Cruzadas".

No domingo, o Vaticano reagiu às acusações de Canlikli e afirmou que o papa "não faz cruzadas" nem falou contra a Turquia "num espírito de cruzada" quando pronunciou a palavra 'genocídio' durante a visita à Arménia.

"Se escutarem o Papa, não há nada [nas suas palavras] que evoque um espírito de cruzada. A sua vontade é de construir pontes em vez de muros. A sua verdadeira intenção é construir as bases para a paz e a reconciliação", afirmou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, em declarações à comunicação social na capital arménia, Erevan.

De sexta-feira a domingo, Francisco visitou a Arménia, considerada como o primeiro Estado a ter adotado o cristianismo, no início do século IV.

Os arménios tentam há décadas que os massacres de 1915-17 sejam reconhecidos internacionalmente como genocídio, termo que a Turquia rejeita, garantindo que se tratou de uma tragédia coletiva durante a qual morreu um igual número de turcos e arménios.

Apenas cerca de 30 países reconheceram até hoje que os arménios foram vítimas de genocídio

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC