sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 35 mortos em ataques suicidas no Iémen

Vários atentados suicidas contra as tropas iemenitas mataram pelo menos 35 pessoas, na cidade do sudeste de Mukalla, um ex-bastião da Al-Qaeda, afirmou um oficial de saúde.

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

Cerca de 25 outras pessoas ficaram feridas nos atentados, na capital provincial de Hadramaute, declarou o chefe de saúde, Riad al-Jalili.

"Mulkalla foi palco de cinco atentados em quatro áreas", afirmou o governador, Ahmed Saeed bin Breyk.

Três atentados atingiram, em simultâneo, postos de segurança da cidade, no momento em que as tropas quebravam o jejum, no final do mês sagrado do Ramadão, disse um oficial de segurança.

O primeiro ataque, um bombista suicida numa mota pediu aos soldados se podia comer com eles antes de se fazer explodir, afirmou a mesma fonte.

Dois outros bombistas, que se encontravam a pé, abordaram sob o mesmo pretexto, soldados em outras partes da cidade antes de detonarem as bombas que levavam consigo. Outros dois homens explodiram os dispositivos à entrada de um acampamento do exército.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".