sicnot

Perfil

Mundo

Presidente sul-africano deve restituir 455 mil euros ao Estado

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, deve restituir ao Estado 500.000 dólares (455.000 euros) no escândalo da sua residência privada, recomendou hoje o ministro das Finanças, encarregado pela justiça de determinar o montante da soma devida.

© Mike Hutchings / Reuters

A soma "que o Presidente deve pagar pessoalmente corresponde a 7.814.555 rands (cerca de 455.000 euros)", equivalente a uma parte dos trabalhos efetuados na sua propriedade com dinheiro público, indicou o Tesouro num documento entregue ao Tribunal Constitucional e obtido pela agência France Presse.

No final de março, o Tribunal Constitucional considerou que o chefe de Estado tinha violado a Constituição ao recusar-se a reembolsar os custos de renovação da sua propriedade privada não ligados à segurança.

Em causa estavam a piscina, um centro para visitantes, um anfiteatro, um espaço cercado para gado e um galinheiro.

A justiça, chamada a pronunciar-se sobre o caso pela oposição, pediu às Finanças para determinar a soma a restituir.

O Tribunal Constitucional tem agora de aprovar o montante e o Presidente Zuma terá depois 45 dias para fazer o reembolso do valor determinado.


Lusa

  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.