sicnot

Perfil

Mundo

Cães detetam cheiro de diabetes em seres humanos

O olfacto apurado dos cães já se mostrou útil para detetar problemas de saúde, como alguns tipos de cancro e níveis baixos de açúcar no sangue nos diabéticos. Cientistas britânicos acreditam ter descoberto porque é que os cães conseguem farejar o momento em que ocorre esta crise tão perigosa - a hipoglicémia.

Shirley é um Labrador Retriever que consegue detetar quando o nível de açúcar no sangue do dono diabético está a baixar. Jake é um Cocker Spaniel farejador da polícia.

Shirley é um Labrador Retriever que consegue detetar quando o nível de açúcar no sangue do dono diabético está a baixar. Jake é um Cocker Spaniel farejador da polícia.

© Suzanne Plunkett / Reuters

O sentido do olfacto dos cães é muito apurado, conseguem sentir os odores mais fracos que os seres humanos nunca conseguirão cheirar. Por essa razão há cães treinados para alertar os donos no momento da crise de hipoglicémia - os doentes ficam com tremores, tontos, desorientados quando o nível de açúcar no sangue fica demasiado baixo. Se não forem tratados, os diabéticos podem ficar inconscientes e até morrer.

Os cientistas da Wellcome Trust-MRC Institute of Metabolic Science e da Universidade de Cambridge acreditam ter percebido o que cães farejam quando baixa o nível de açúcar no sangue.

Há um elemento químico que aumenta no ar que o diabético expira - isopreno. Em alguns casos, o valor desse químico chega a duplicar, embora os seres humanos não o consigam detetar.

Os cientistas esperam usar esta informação para desenvolver sensores que façam o mesmo que os cães. Assim, não serão mais necessárias as picadas constantes nos dedos para analisar o sangue.

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.