sicnot

Perfil

Mundo

Português no aeroporto de Istambul relata o que aconteceu

Português no aeroporto de Istambul relata o que aconteceu

Marcos Barros é um passageiro português que estava no Aeroporto de Istambul quando se deram as explosões. O português relata os acontecimentos desta noite: ouviu aquilo que pareceu um tiro, seguido de explosões. Marco Barros conseguiu esconder-se numa loja com a esposa e estão ambos bem. Ninguém consegue sair do aeroporto e o português diz que há falta de informação, e por isso as pessoas sentem-se inseguras para sair.

  • Explosões no aeroporto de Istambul fazem pelo menos 36 mortos

    Mundo

    Um tiroteiro e duas explosões fizeram-se sentir no Aeroporto de Atatürk em Istambul. Segundo primeiro-ministro turco, pelo menos 36 pessoas morreram. As explosões foram ataques suicidas: os suspeitos detonaram os explosivos antes de passarem pelo sistema de segurança de raio-X no check-in. Mais de 100 pessoas ficaram feridas.

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • CDS avança com moção de censura ao Governo

    País

    A líder do CDS anunciou hoje que o partido vai apresentar uma moção de censura ao Governo, na sequência dos incêndios que fizeram 37 mortos desde domingo, quatro meses depois da tragédia de Pedrógão Grande.

    Em atualização

  • O mapa das vítimas dos incêndios
    1:19

    País

    Aumentou para 37 o número de mortes na sequência dos fogos que assolaram a zona Centro do país desde o fim de semana. Feridos são pelo menos 71. Atualizamos aqui o mapa, segundo o último balanço da Proteção Civil.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • Há uma semana que as florestas ardem na Califórnia
    1:34