sicnot

Perfil

Mundo

Presidente turco apela para luta conjunta contra o terrorismo

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, apelou hoje para uma "luta conjunta" internacional, depois do triplo atentado suicida que provocou a morte a pelo menos 32 pessoas no aeroporto internacional de Ataturk, em Istambul.

© Osman Orsal / Reuters

"Espero que o ataque ao aeroporto de Ataturk seja um ponto de viragem na luta comum em todo o planeta, com os países ocidentais a liderar, contra as organizações terroristas", referiu, em comunicado divulgado à imprensa, o chefe de Estado turco.

Segundo os últimos dados divulgados pela agência noticiosa Dogan, o atentado no aeroporto provocou pelo menos 32 mortos e 88 feridos.

Informações da televisão pública turca indicam que três kamikazes perpetraram o ataque cerca das 21:30 locais (20.30 em Lisboa), na entrada do terminal de saídas do aeroporto.

Até ao momento, não há informação sobre a nacionalidade das vítimas, mas a televisão turca avançou que a maioria é turca.

O Ministério do Interior organizou um centro de crise, cancelou todos os voos e encerrou o aeroporto até às 08:00 de quarta-feira (07:00 em Lisboa).

As autoridades impuseram um embargo aos órgãos de comunicação social sobre imagens relacionadas com os atentados.

O aeroporto Ataturk é o maior da Turquia e um dos mais movimentados do mundo. O ano passado 61 milhões de passageiros utilizaram as suas instalações.

A Turquia está em estado de alerta por ameaça terrorista e Istambul já este ano sofreu dois atentados suicidas atribuídos ao grupo extremista Estado Islâmico, que provocaram a morte a 15 pessoas.

Em Ancara, dois atentados reivindicados pelo grupo armado "Falcões para a Liberdade do Curdistão" (TAK), próximo do ilegal Partido dos Trabalhadores do Curdistão, provocaram mais de 60 mortos.

Lusa

  • "É importante não nos precipitarmos sobre as causas" do atentado na Turquia
    3:35

    Opinião

    Não havendo uma reivindicação do atentado desta noite no aeroporto de Istambul, o especialista em questões de terrorismo, Felipe Pathê Duarte, defende que é necessário não haver precipitação quanto às suas causas. O especialista lembra que a Turquia tem sido alvo de vários ataques com um "modos operandi" semelhante ao do Daesh mas que também têm sido reivindicados por movimentos pró-curdos bem como outros movimentos de extrema esquerda.

  • Explosões provocaram pelo menos 28 mortos e 60 feridos em Istambul
    7:42

    Mundo

    Um tiroteiro e duas explosões fizeram, segundo o ministro da Justiça da Turquia, pelo menos 28 mortos. As explosões foram ataques suicidas: os suspeitos detonaram os explosivos antes de passarem pelo sistema de segurança de raio-X no check-in. Cerca de 60 pessoas ficaram feridas, seis delas com gravidade. Ao telefone, o general Rodolfo Begonha explica como é difícil evitar este tipo de ataques.

  • Ataque na Turquia vai causar impacto na campanha eleitoral nos EUA
    3:55

    Opinião

    O ataque desta noite no aeroporto de Istambul vai causar impacto na campanha eleitoral à Casa Branca devido ao constante apelo ao medo por parte de Donald Trump, de acordo com Luís Costa Ribas. O correspondente da SIC acredita que a única linha de discurso possível de Obama sobre o ataque será intensificar o combate ao terrorismo e um reforço na cooperação com a Turquia para derrotar o Daesh.

  • É um ataque devastador para a Turquia
    6:18

    Atentado em Istambul

    Nuno Rogeiro explica que o ataque desta noite no aeroporto da Turquia é um ato desastroso numa altura em que o "país procurava ressuscitar" a indústria do turismo e que trará consequências negativas para o novo Governo recentemente promovido por Erdogan. O comentador da SIC explica ainda que um ataque num dos maiores aeroportos da Europa demonstra a existência de falhas de segurança. Apesar de até ao momento o ataque no aeroporto de Istambul ainda não ter sido reivindicado, Nuno Rogeiro defende a possibilidade de se tratar do Daesh, tendo em conta que a perda de território e a morte recente de um dos seus líderes poderá ter levado o grupo extremista a vingar-se do país.

  • Português no aeroporto de Istambul relata o que aconteceu
    6:39

    Mundo

    Marcos Barros é um passageiro português que estava no Aeroporto de Istambul quando se deram as explosões. O português relata os acontecimentos desta noite: ouviu aquilo que pareceu um tiro, seguido de explosões. Marco Barros conseguiu esconder-se numa loja com a esposa e estão ambos bem. Ninguém consegue sair do aeroporto e o português diz que há falta de informação, e por isso as pessoas sentem-se inseguras para sair.

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.