sicnot

Perfil

Mundo

Senado francês aprovou hoje a reforma laboral

O Senado francês aprovou hoje o projeto de lei da reforma laboral, com 185 votos a favor e 156 contra, tendo a maioria de direita manifestado o seu apoio.

Thibault Camus

O texto vai regressar à Assembleia Nacional, constituída maioritariamente por deputados dos partidos de esquerda, antes de ser submetido a uma votação ainda não confirmada.

O Executivo do primeiro-ministro, Manuel Valls, já avisou que vai recorrer, se for necessário, ao artigo 49.3 da Constituição para avançar com a lei sem que os deputados procedam à votação, face às dificuldades para alcançar o apoio da maioria dos deputados.

O projeto da chamada "lei El Khomri" -- em alusão à ministra do Trabalho, Myriam el Khomri -- contou, no Senado, com o apoio do partido republicano, liderado pelo ex-Presidente da República Nicolas Sarkozy e a oposição dos socialistas, dos comunistas e ecologistas.

A votação ocorreu durante mais uma manifestação nas ruas de Paris.

Catorze mil pessoas, segundo a polícia, e 55.000, segundo os sindicatos, participaram hoje numa marcha contra as alterações do Governo socialista francês à lei laboral, em que a polícia lançou gás lacrimogéneo sobre manifestantes que atiravam pedras.

Os sindicatos, encabeçados pela central sindical CGT, baseiam as suas críticas no segundo artigo do texto, que estabelece a supremacia dos contratos de trabalho dentro de cada empresa sobre os acordos setoriais.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.