sicnot

Perfil

Mundo

Suécia, Bolívia e Etiópia eleitas para o conselho de Segurança da ONU

A Suécia, a Bolívia e a Etiópia foram hoje eleitas como membros não-permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para um mandato de dois anos, em votação na Assembleia-geral da ONU.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Mike Segar / Reuters

A Etiópia substitui, a partir de 01 de janeiro de 2017, Angola como representante de África, a Bolívia substitui a Venezuela em representação da América Latina e a Suécia passará a ocupar um dos dois lugares reservados à representação regional denominada Europa Ocidental e Outros Países.

O Conselho de Segurança integra cinco membros não-permanentes, pelo que a Assembleia-geral da ONU terá ainda de eleger outros dois membros.

A Tailândia e o Cazaquistão disputam o lugar reservado à representação da região Ásia-Pacífico e a Itália e a Holanda concorrem ao lugar ainda em aberto no grupo Europa Ocidental e Outros Países.

A Bolívia e a Etiópia não tinham países concorrentes nos respetivos grupos regionais e foram eleitos com 183 e 185 votos, respetivamente, de entre os 193 países membros da Assembleia-geral.

A Suécia foi eleita com 134 votos, sendo o número mínimo de votos necessários para a eleição de 128.

A Itália reuniu 113 votos e a Holanda 125, pelo que serão ainda sujeitas a uma segunda volta de votação.

A segunda volta será necessária também para a escolha do representante da Ásia-Pacífico, depois de o Cazaquistão ter recolhido 113 votos e a Tailândia 77 na primeira volta.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas tem um total de 15 membros - cinco membros permanentes (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia), com direito de veto - e 10 membros não-permanentes, dos quais cinco são eleitos em cada ano para mandatos de dois anos.

Lusa

  • Portugal inicia preparação para o Mundial sem Cristiano Ronaldo

    Rumo ao Mundial 2018

    A seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar a participação no Mundial2018, que arranca em 14 de junho, na Rússia, com um treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, numa sessão em que são esperadas algumas ausências. O capitão Cristiano Ronaldo, que vai disputar no sábado a final da Liga dos Campeões com o Real Madrid, é baixa certa no arranque dos trabalhos, mas não deve ser o único.

  • Hoje é notícia

    País

    Esta terça-feira realiza-se o funeral do antigo ministro António Arnaut na Figueira da Foz. Em Sintra está previsto o início do julgamento dos 17 agentes da PSP acusados de agredirem jovens da Cova da Moura, concelho da Amadora, no interior da esquadra de Alfragide. Em Oeiras, a seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar a participação no Mundial2018.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20