sicnot

Perfil

Mundo

Obama avisa governo venezuelano para não bloquear esforços da oposição

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, avisou hoje o governo venezuelano que não deve bloquear os "esforços legítimos" da oposição, que quer realizar um referendo para retirar do cargo o atual chefe de Estado, Nicolás Maduro.

© Carlos Barria / Reuters

"O processo democrático deve ser respeitado", afirmou Obama, numa cimeira da América do Norte, enquanto se encontrava com o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, e com o homólogo mexicano, Enrique Pena Nieto.

"E isso inclui esforços legítimos para prosseguir com um referendo consistente com a lei venezuelana", acrescentou Obama.

A Venezuela está a atravessar um conflito político, que tem provocado tensões, enquanto tenta lutar contra uma crise económica.

Obama descreveu a situação como "muito grave", e anunciou que ele, Trudeau e Pena Nieto estão unidos sobre o assunto.

"Juntos, estamos a pedir ao governo e à oposição para se envolverem num diálogo significativo e insistimos que o governo venezuelano respeite o Estado de direito e a autoridade do conjunto nacional", disse Obama.

O presidente norte-americano também acrescentou que "os presos políticos devem ser libertados."

A oposição venezuelana responsabiliza Maduro pela profunda crise económica que o país atravessa e que tem causado uma escassez de alimentos generalizada.

A oposição tem lançado esforços para remover o líder da presidência, mas Maduro desafiou-os, através do Supremo Tribunal, que segundo os seus opositores, ele controla.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00

    Reportagem Especial

    Todos os anos, o Estado gasta centenas de milhões de euros para financiar os meios de combate aos incêndios. A reportagem especial da SIC denuncia falta de rigor e clareza em muitos dos negócios.

  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.