sicnot

Perfil

Mundo

Israelita de 13 anos esfaqueada por palestiniano que acabou morto

Uma adolescente israelita morreu hoje algumas horas depois de ter sido esfaqueada por um palestiniano num colonato judaico da Cisjordânia, disseram fontes hospitalares israelitas. O homem foi morto a tiro.

A casa onde Hillel Yafa Ariel foi atacada no bairro de Harsanina, no colonato de Kiriat Arba, próximo de Hebron, na Cisjordânia.

A casa onde Hillel Yafa Ariel foi atacada no bairro de Harsanina, no colonato de Kiriat Arba, próximo de Hebron, na Cisjordânia.

© Mussa Qawasma / Reuters

A vítima, identificada como Hillel Yafa Ariel, de 13 anos, morreu no hospital Shaarei Tzedek de Jerusalém, acrescentaram.

A menor encontrava-se na sua casa, no bairro de Harsanina, no colonato de Kiriat Arba, próximo de Hebron, na Cisjordânia, quando foi atacada por um palestiniano, armado com uma faca, disseram fontes de segurança e meios de comunicação locais israelitas.

O palestiniano foi morto a tiro por uma patrulha da segurança civil do colonato. Um dos elementos da patrulha foi também esfaqueado e sofreu ferimentos causados por um dos colegas, na operação para neutralizar o atacante.

O membro da patrulha ferido, de 31 anos, foi internado em estado grave em outro hospital de Jerusalém, indicaram 'media' locais.

O Canal 10 da televisão israelita informou que o atacante palestiniano, de 17 anos e oriundo da aldeia de Bani Naim, próxima do colonato judaico, conseguiu saltar a vedação do colonato e entrar na casa onde estava a menor.

Em comunicado, as forças armadas israelitas afirmaram que "há pouco, um terrorista infiltrou-se e apunhalou um civil na comunidade de Kiriat Arba".

Na sexta-feira, uma palestiniana foi morta a tiro pelas forças israelitas depois de atropelar dois civis israelitas feridos à entrada do mesmo colonato na Cisjordânia, de acordo com o exército israelita.

Estes ataques inserem-se na onda de violência que começou em outubro passado e durante a qual já morreram 216 palestinianos, 35 israelitas e três estrangeiros.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.