sicnot

Perfil

Mundo

Kim Jong-un nomeado presidente de novo órgão de poder norte-coreano

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi nomeado presidente da Comissão de Assuntos de Estado, um novo órgão que substitui a poderosa Comissão Nacional de Defesa, revelaram hoje os media estatais.

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

© Damir Sagolj / Reuters

A nomeação teve lugar durante a quarta sessão da XIII Assembleia Popular Suprema, um encontro anual que serve normalmente para aplicar decisões tomadas pela elite, na qual foram aprovadas as medidas, anunciadas em maio, durante o VII Congresso do Partido dos Trabalhadores.

A Comissão Nacional de Defesa (CND), que era "o mais alto órgão regente do exército encarregado dos assuntos militares" do país, segundo a Constituiçºao, passou a chamar-se "Comissão de Assuntos Estatais", de acordo com o estabelecido na sessão do parlamento norte-coreano.

Kim Jong-un, que ostentava o título de primeiro presidente da CND, agora é presidente da Comissão de Assuntos Estatais, informou a agência oficial KCNA.

Apesar de a Coreia do Norte ter divulgado a mexida como uma simples mudança de nome, especialistas sul-coreanos acreditam que se trata de um movimento orientado para consolidar ainda mais a liderança de Kim, entendendo que o novo órgão tem funções ainda mais abrangentes do que o precedente.

"A Comissão de Assuntos Estatais inclui altas figuras do regime nos domínios da diplomacia, segurança ou unificação, e portanto, podemos concluir que a nova entidade vai desempenhar um papel mais amplo que a antiga CND", observou Yang Moo-jin, professor da Universidade de Estudos da Coreia do Norte em Seul, à agência Efe.

Por exemplo, o vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais é Pak Pong-ju, atual primeiro-ministro da Coreia do Norte, o qual tem uma longa carreira política afastada dos quartéis, e o novo órgão também conta com importantes membros como Ri Su-yong, diplomata e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, ou Kim Ki-nam, diretor da propaganda do partido.

Kim Jong-un assistiu à reunião dos 687 membros da Assembleia Popular Suprema, na qual se alterou a Constituição para aplicar esta e outras mudanças, e em que se reafirmou a política "byeongjin" de Kim, que consiste em impulsionar, em simultâneo, o desenvolvimento de armas nucleares para a defesa do país e a economia.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.