sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 38 mortos e 40 feridos em atentado suicida na capital do Afeganistão

Pelo menos 38 pessoas morreram e 40 ficaram feridas no atentado suicida de hoje contra uma coluna de oito caravanas de jovens recrutas da polícia, num bairro na zona oeste de Cabul.

HEDAYATULLAH AMID

O atentado foi levado a cabo por dois talibãs suicidas que foram ao encontro dos autocarros e se fizeram explodir com uma diferença de cerca de cinco minutos.

O Presidente afegão classificou o atentado como "crime contra a humanidade" e ordenou ao Ministério do Interior que investigue se houve "negligência" dos responsáveis no transporte.

Os talibãs reivindicaram o atentado num comunicado, tendo o seu porta-voz, Zabihullah Mujahid, afirmado que o segundo atacante estava à espera que as autoridades chegassem para "recolher os mortos e feridos", para causar mais danos.

O comunicado situa o número de mortos em 150, mas os rebeldes exageram habitualmente o resultado das suas ações.

Segundo a agência noticiosa espanhola Efe, a instabilidade no país tem aumentado desde que a missão militar da NATO acabou em dezembro de 2014 e os talibãs desencadearam atentados mais frequentes e de maior dimensão nas grandes cidades.

A NATO vai manter cerca de 12 mil soldados até finais de 2016.

Os rebeldes controlam desde finais do ano passado quase um terço do território afegão, segundo dados do inspetor-geral dos Estados Unidos para a Reconstrução do Afeganistão.

Os Estados Unidos mantêm no Afeganistão cerca de 9.800 soldados em missões antiterroristas e de assessoria militar.

Lusa

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38