sicnot

Perfil

Mundo

Rodrigo Duterte toma posse como Presidente das Filipinas

Rodrigo Duterte tomou posse hoje como o 16.º Presidente das Filipinas, após a promessa de que a sua controversa guerra ao crime vai constituir o principal foco do seu mandato de seis anos.

© Erik de Castro / Reuters

Desafiando as convenções, Rodrigo Duterte prestou juramento diante de uma pequena audiência no interior do palácio presidencial de Malacanang, em vez de num ato de grande dimensão pública como anteriores líderes filipinos.

O novo chefe de Estado, de 71 anos, chegou ao palácio pelas 10:30 (03:30 em Lisboa), onde foi recebido pelo Presidente cessante, Benigno Aquino, com o qual se reuniu durante aproximadamente meia hora.

Depois do encontro, Rodrigo Duterte seguiu para a sala Rizal, onde o esperavam mais de 600 convidados.

Ao meio-dia, como estabelece a Constituição, o novo Presidente tomou posse, tendo proferido, de seguida, um breve discurso.

"Nenhum líder indepentemente de quão forte seja pode ser bem-sucedido em algo de importância e significado nacional sem ter o apoio e cooperação das pessoas que é responsável por liderar", disse.

Duterte venceu as presidenciais em maio, tendo seduzido o eleitorado com um discurso em torno de dois problemas centrais no país, a criminalidade e a pobreza, o primeiro dos quais prometeu resolver matando milhares de criminosos, com o programa a incluir também recompensas pela morte de traficantes de droga e a reintrodução da pena de morte.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.