sicnot

Perfil

Mundo

Dois mortos e 26 feridos em ataque no Bangladesh reinvindicado por Daesh

Pelo menos duas pessoas morreram e 26 ficaram feridas num ataque contra um restaurante em Daca, capital do Bangladesh, onde continuam retidos vários reféns e que já foi reivindicado pelo grupo extremista Daesh.

O restaurante está situado na zona diplomática de Daca e é frequentado por famílias ocidentais.

"Chegaram 28 feridos e dois estão mortos", disse Miraz Ul Islam, diretor do United Hospital, situado no bairro Gulshan, onde ocorreu o ataque e para onde estão a ser transportados os feridos, a maior parte dos quais polícias.

A polícia disse que os atacantes continuam dentro do restaurante.

"Estamos a tentar comunicar com eles. Queremos resolver isto pacificamente", afirmou o comandante Benazir Ahmed.

Segundo a agência EFE, que cita as forças de segurança, a polícia está a tentar libertar os reféns do restaurante.

"A polícia vai tentar. Não sabemos o número exato de reféns", disse um oficial da polícia, citado pela EFE.

Um empregado do restaurante, Sumon Reza, citado pelo jornal local The Daily Star, afirmou que vários homens armados com bombas e pistolas entraram no restaurante às 08:45 locais (15:45 em Lisboa).

"Gritaram 'Alá é grande' antes de fazerem explodir bombas", disse o homem, que conseguiu sair do restaurante.

As embaixadas de Espanha e dos Estados Unidos no Bangladesh estão a advertir os seus cidadãos, que residem no país, para evitarem aquela zona, situada na área diplomática conhecida como Gulshan.

"Perante a incerteza que rodeia os violentos acontecimentos, possivelmente de natureza terrorista, que estão a ocorrer no restaurante Holey Bakery pede-se aos espanhóis para evitarem a zona", alertou a delegação diplomática espanhola.

A embaixada dos Estados Unidos pediu aos cidadãos norte-americanos para se refugiarem num local seguro e acompanharem as notícias.

O Bangladesh tem, desde 2013, sido alvo de vários ataques terroristas reivindicados pelo grupo extremista Daesh e pela Al-Qaeda.

Com Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.