sicnot

Perfil

Mundo

Festa do Orgulho Gay no centro de Madrid este fim de semana

O centro de Madrid estará em festa este fim de semana com os festejos do Orgulho Gay, que este ano vão recordar as vítimas do atentado de Orlando (EUA) e assumir pela primeira vez a defesa da bissexualidade.

Festejos do Orgulho Gay em Madrid, em julho de 2015.

Festejos do Orgulho Gay em Madrid, em julho de 2015.

© Javier Barbancho / Reuters

Segundo os organizadores, serão umas festas "cheias de cor, música e cultura" em todos os seus cenários e terão um apoio institucional "realmente importante" com a presidente da câmara de Madrid, Manuela Carmen, a dar as boas vindas aos participantes.

O coordenador-geral das festas, Juan Carlos Alonso, salientou que um dos eventos principais será a Manifestação Estatal do Orgulho LGTB (lésbicas, homossexuais, transsexuais e bissexuais) de sábado, "a maior da Europa", que se celebrará com os lemas "Leis para a igualdade real, já" e "2016. Ano da visibilidade bissexual na diversidade".

Os organizadores esperam ter mais de um milhão e meio de pessoas a desfilar da rotunda de Atosha até à Praça Colón, onde se prevê a presença de Manuela Carmen.

As festas, que terminam no domingo, têm o ponto mais alto este sábado, mas desde quarta-feira já começaram, centradas principalmente no bairro da Chueca, conhecido por ter uma grande comunidade homossexual.

A assembleia municipal de Madrid aprovou na quarta-feira, com os votos a favor dos partidos Ahora Madrid, PSOE e Ciduadanos e a abstenção do PP, a declaração de "interesse geral" das Festas do Orgulho Gay, o que permite a não-obrigatoriedade de respeito dos níveis máximos de ruido durante a celebração.

Mais de mil polícias, paramédicos e bombeiros irão velar pela manifestação de sábado.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.