sicnot

Perfil

Mundo

Taiwan dispara míssil por engano, incidente causa um morto e três feridos

Taiwan terá disparado inadvertidamente um míssil supersónico a partir de uma base naval em Kaohsiung, a sudeste do país. O incidente causou um morto e três feridos, avançaram fontes oficiais.

© Pichi Chuang / Reuters (Arquivo)

As autoridades locais já ordenaram uma inspeção e um barco patrulha foi enviado para o local onde o míssil Hsiung Feng III terá sido disparado por engano, refere a agência de notícia taiwanesa - CAN, citada pela estação britânica BBC.

O míssil atingiu uma barco de pesca ao largo das ilhas Penghu, causando a morte do capitão da embarcação. O míssil em questão tem uma capacidade de alcance de 300 quilómetros.

O incidente acontece quando a China celebra o 95º aniversário do Partido Comunista e trará, possivelmente, repercussões nas relações bilaterais. Questionada sobre essa matéria, a vice-almirante da Marinha taiwanesa, Mei Chia-Hsu, disse que o assunto já tinha sido encaminhado para o Ministério da Defesa.

Mei Chia-Hsu esclareceu também que está em curso uma investigação, cujas conclusões serão tratadas "em conformidade". Desconhece-se se ainda se as autoridades de Taiwan notificaram Pequim sobre o incidente.

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.