sicnot

Perfil

Mundo

Turista cai numa ravina e morre quando tirava uma selfie

Um turista alemão morreu depois de ter caído numa ravina esta quarta-feira em Machu Picchu, antiga cidade dos Incas, nos Andes peruanos. Oliver Park, de 51 anos, ignorou os avisos e passou as barreiras de segurança que impedem a circulação dos visitantes em zonas de alto risco.

Machu Picchu, local considerado um dos principais símbolos do Império Inca pela sua localização e características geológicas.

Machu Picchu, local considerado um dos principais símbolos do Império Inca pela sua localização e características geológicas.

© Enrique Castro-Mendivil / Reuters (Arquivo)

De acordo com as autoridades locais, citadas pela estação britânica BBC, o acidente terá acontecido quando Oliver Park tentava tirar uma selfie a simular que estava a levantar voo, até que perdeu o equilíbrio.

O corpo só foi encontrado no dia seguinte e transportado para a morgue da cidade de Cusco.

São muito os turistas que visitam sozinhos Machu Picchu, cidade perdida dos Incas, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru.

Em 2014, mais de 1 milhão de turistas aventuraram-se visitaram sozinhos Machu Picchu, cidade construída no século XV, mas descoberta apenas em 1911.

O local é considerado um dos principais símbolos do Império Inca pela sua original localização e características geológicas. Apenas cerca de 30% da cidade é de construção original, o restante foi reconstruído.

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • Erdogan vence eleições na Turquia que marcam a passagem para um regime presidencialista

    Mundo

    O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, obteve nas eleições de domingo mais que os 50% de votos necessários para ser eleito à primeira volta para um novo mandato presidencial com poderes reforçados, anunciaram hoje as autoridades eleitorais. Estas eleições são particularmente importantes porque representam a passagem do sistema parlamentar até agora em vigor para um regime presidencialista, que permitirá a Erdogan aumentar consideravelmente as suas prerrogativas.

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02