sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 80 mortos e 135 feridos em atentado em Bagdade

A explosão de um carro armadilhado hoje de madrugada, numa zona comercial do centro de Bagdade, fez pelo menos 80 mortos e 135 feridos, segundo a última atualização feita pelas autoridades policiais.

© Khalid Al Mousily / Reuters

Segundo fonte policial, citada pela EFE, o carro-armadilhado explodiu em frente a uma conhecida e antiga loja de gelados, no bairro comercial de Karrada, onde havia uma grande concentração de pessoas para fazer compras na véspera do final do mês sagrado muçulmano do Ramadão.

O movimento extremista Daesh indicou que um dos seus bombistas suicidas lançou o ataque visando uma concentração de xiitas, dando um balanço das vítimas de 40 mortos e 80 feridos, segundo a rede de vigilância dos movimentos 'jihadistas' SITE, com sede nos Estados Unidos, que monitoriza portais islâmicos.

O Iraque tem sido palco de uma onda de violência desde que o grupo extremista Estado Islâmico tomou partes da região do norte e oeste do país em junho de 2014.

Segundo dados da Missão da ONU no Iraque (UNAMI), 662 iraquianos foram mortos e 1.457 ficaram feridos em atos de terrorismo, violência e relacionados com o conflito armado no país em junho.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará, na quarta-feira, na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Portugal vai aquecer. Temperaturas vão rondar os 40º
    2:26
  • Aquarius foi um "antes e depois"
    3:26
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.