sicnot

Perfil

Mundo

Águia famosa do Kruger Park morta por caçadores em Moçambique

Uma águia famosa do Kruger National Park, na África do Sul, que apareceu em séries britânicas sobre vida selvagem, foi morta por caçadores em Moçambique, confirmaram investigadores da Universidade da Cidade do Cabo (UCT).

© Grigory Dukor / Reuters

A águia de 4,6 quilos, chamada Fierce, apareceu na televisão britânica num documentário sobre natureza, narrado pelo conhecido apresentador Steve Backshall.

A equipa do documentário seguia a ave de perto através de uma etiqueta eletrónica e documentava os esforços dos cientistas da universidade sul-africana para conter a diminuição destas aves raras.

Algumas semanas mais tarde, a estrela da série foi encontrada morta numa armadilha de caçadores numa zona rural de Moçambique, disseram os investigadores da UCT.

"Percebemos que a ave já não se movia de uma forma normal", disse Rowen van Eeden, do instituto de ornitologia da UCT.

Van Eeden e um colega foram para o sítio onde a ave foi encontrada, a 160 quilómetros de onde foi registada, numa zona remota de Moçambique.

A equipa teve de percorrer uma zona inóspita, com acesso limitado a veículos e savana densa, disse Van Eeden.

"Seguimos a linha da barragem de Cahora Bassa até onde pudemos, porque nos ajudaria a chegar à localização de forma mais rápida, mas ainda tivemos de desenterrar o nosso carro da areia do rio duas vezes", acrescentou.

Depois de uma hora no mato, encontraram a águia com o pescoço preso numa armadilha, provavelmente feita para caçar pequenos antílopes.

Van Eeden disse que a morte da ave é um exemplo dos riscos que estes animais enfrentam, algo que contribui para o declínio desta espécie.

Esta é a terceira águia adulta - de oito equipadas com etiquetas de GPS - a morrer fora do parque Kruger desde o início da investigação das águias marciais, no mundialmente famoso Kruger Park, há três anos. Duas morreram às mãos de caçadores em Moçambique e uma foi eletrocutada depois de voar perto das linhas de eletricidade noutro país vizinho -- a Suazilândia.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.