sicnot

Perfil

Mundo

Iraque executa cinco detidos após devastador ataque em Bagdade

O Ministério da Justiça iraquiano anunciou hoje a execução de cinco condenados à morte, relacionando esta decisão com o ataque bombista suicida de Bagdade no domingo que matou mais de 200 pessoas.

© Ahmed Saad / Reuters

"Anunciamos a aplicação da pena de morte esta manhã contra cinco prisioneiros", referiu o ministério em comunicado, sem especificar os crimes que deram origem á decisão.

No comunicado, o ministério afirma pretender que as famílias enlutadas "saibam que os seus irmãos no Ministério da Justiça continuam a aplicar a punição justa àqueles cujas mãos estão cheias com o sangue dos iraquianos".

O ministério também manifesta as suas condolências às famílias das vítimas.

Um ataque bombista suicida reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI) atingiu na manhã de domingo uma zona comercial muito movimentada, provocando mais de 200 mortos, um dos mais mortíferos ataques dos 'jihadistas' sunitas no Iraque e numa zona de maioria de população xiita.

A Jordânia respondeu da mesma forma em 2015, ao executar dois prisioneiros 'jihadistas' após o EI ter queimado vivo um dos seus pilotos após o avião ter sido derrubado na Síria.

O anúncio de Bagdad motivou uma nota da Amnistia Internacional, onde a ONG de direitos humanos refere que as execuções não devem ser usadas "como uma ferramenta de vingança".

O EI passou a controlar em 2014 vastas zonas a norte e oeste de Bagdade, mas desde então tem perdido terreno face à ofensiva das forças iraquianas e internacionais, com um balanço de centenas de mortos e milhares de refugiados, na maioria civis.

Lusa

  • Atentado de domingo no Iraque fez 213 mortos

    Daesh

    O atentado de domingo no centro de Bagdade fez 213 mortos, revelaram hoje as autoridades iraquianas, num novo balanço. O atentado foi perpetrado com um carro armadilhado que explodiu numa rua do bairro comercial de Karrada, numa altura em que centenas de pessoas faziam compras para a festa muçulmana de Eid al-Fitr, que culmina o mês do Ramadão e se celebra dentro de poucos dias.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.