sicnot

Perfil

Mundo

Detido na Venezuela membro de rede de tráfico de droga com ligações a Portugal

As autoridades venezuelanas confirmaram hoje que detiveram, na Venezuela, um cidadão francês, a pedido da Interpol, por ligações ao tráfico de grandes quantidades de cocaína, numa rede que operava entre a América do Sul, Portugal, Espanha e França.

© Ivan Alvarado / Reuters

"Este traficante encontrava-se escondido na ilha de Margarita (nordeste do país) e desde há vários dias que era seguido por funcionários da Interpol, que tentavam identificar outros integrantes da rede", disse o diretor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária).

Segundo Douglas Rico, o indivíduo, identificado como Laurent Mocudet, de 50 anos de idade, foi detido "na tarde da segunda-feira 4 de julho, na Colónia Tovar (70 quilómetros a sudoeste de Caracas)".

Conhecido como o "franchute" o detido era "integrante de uma rede de tráfico de drogas que opera entre a América do sul e os países europeus Portugal, Espanha e França".

"Tem uma notificação vermelha internacional A222/1-2016 e está sendo solicitado pelas autoridades francesas pelo delito de tráfico de grandes quantidades de cocaína, por via marítima, entre os anos de 2003 e 2011", explicou Douglas Rico.

As autoridades venezuelanas não divulgaram mais pormenores sobre a detenção nem o volume de tráfico de cocaína que efetuava a rede.

Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.