sicnot

Perfil

Mundo

Força aérea suíça escoltou avião israelita devido a ameaça de bomba

Os caças-bombardeiros da Força Aérea suiça escoltaram hoje um avião isrealita que fazia o trajeto de Nova Iroque a Tel Aviv, na sequência de uma ameaça de bomba.

© Nir Elias / Reuters

Força Aérea suíça escoltou hoje, com recurso a caças-bombardeiros, um avião da companhia israelita El Al que fazia a ligação entre Nova Iorque e Tel Aviv, na sequência de uma ameaça de bomba, noticiou a imprensa de Israel.

A companhia aérea já confirmou as notícias da imprensa israelita, adiantando que recebeu uma mensagem anónima sobre a existência de uma bomba a bordo no avião.

Apesar da ameaça, o aparelho manteve a rota com destino ao aeroporto internacional de Tel Aviv, acrescentou a EL Al, sem adiantar mais pormenores ao jornal Haaretz.

O avião aterrou sem que tivesse sido acionado o dispositivo de emergência ou qualquer outra medida especial de segurança.

O avião da El Al encontrava-se a sobrevoar a zona de fronteira entre a França e a Suíça quando foi escoltado pelos caças-bombardeiros que tinham como missão manter o contacto visual com o aparelho durante a passagem pelo espaço aéreo suiço.

Com Lusa

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas.