sicnot

Perfil

Mundo

Doação de órgãos mais fácil com a Apple

Com apenas um toque, o novo software iOS 10 para o iPhone permite aos utilizadores o registo de doação de órgãos. A ideia é ajudar quem precisa urgentemente de um órgão.

© Michaela Rehle / Reuters

Ainda limitada apenas aos EUA, a funcionalidade está integrada na aplicação Health sob forma de um botão que permitirá aos utilizadores tornarem-se dadores de órgãos.

O CEO da Apple, Tim Cook confidenciou à Associated Press que a funcionalidade foi inspirada em Steve Jobs e na sua espera “angustiante” por um transplante de fígado em 2009.

Mas não só órgãos poderão ser doados - também olhos e tecido, explica uma nota da Apple. O processo de registo exige apenas alguns passos, após os quais a informação é enviada para National Donate Life, gerido pela Donate America Life.

“Em média, uma pessoa morre a cada hora nos Estados Unidos à espera de um transplante de órgão, pois a procura por transplantes excede muito a oferta disponível de órgãos — e um doador pode salvar até oito vidas”, declarou David Fleming, presidente e CEO da Donate America Life.

Mais de 120 mil norte-americanos estão atualmente na fila para um transplante — e a cada 10 minutos, uma pessoa é adicionada à lista.

  • Seca extrema agrava-se no interior alentejano, produção de trigo pode cair 40%
    6:22

    País

    A falta de chuva está a provocar prejuízos na agricultura, em especial no setor dos cereais, como o trigo que, este ano, deverá registar uma quebra de 40% na produção. O repórter Luís Godinho convidou o agricultor e professor de Ciências Agrárias na Universidade de Évora, Ricardo Freixial, para explicar os prejuízos que a seca está a provocar nas culturas e a sustentabilidade da agricultura portuguesa perante as alterações climáticas.