sicnot

Perfil

Mundo

Governador do Minnesota diz que polícia que matou negro teve reação desporporcional

O governador do Minnesota, Estados Unidos, Mark Dayton, afirmou hoje que "tudo indica" que o polícia que matou, na quarta-feira, um automobilista negro teve uma "reação desproporcional".

© Eric Miller / Reuters

"Não tenho palavras para dizer o quanto estou chocado e profundamente indignado por aquilo acontecer a alguém no Minnesota por ter um farol danificado", disse, em conferência de imprensa, Mark Dayton.

"Eu não tenho todos os factos e evidências, não estou a fazer um julgamento definitivo, mas tudo indica que a resposta da polícia foi desproporcional à que a situação exigia", acrescentou.

Philando Castile, 32 anos, foi morto quarta-feira em Falcon Heights, Minnesota, por um polícia, quando tentou tirar os seus documentos de identidade do tablier, depois de ter sido mandado parar por causa de um farol partido. Os seus últimos momentos foram filmados pela namorada que postou o vídeo no Facebook.

O vídeo já foi visto por quase quatro milhões de pessoas.

A filha da namorada de quatro anos, que estava sentada na parte de trás do carro, assistiu a tudo.

"Teria acontecido a mesma coisa se os passageiros e o condutor fossem brancos", questionou o governador, para depois responder que "não".

"Sou obrigado a encarar o facto de que aquele tipo de racismo existe", acrescentou.

A morte de Philando Castela ocorreu depois de um polícia do Louisiana ter morto uma outra pessoa também negra. A ação da polícia foi uma vez mais filmada e divulgada nas redes sociais.

A brutalidade da polícia contra os negros nos Estados Unidos tem provocado uma onda de indignação no país.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".