sicnot

Perfil

Mundo

Mulher filma em direto companheiro atingido pela polícia nos EUA

Mulher filma em direto companheiro atingido pela polícia nos EUA

Uma mulher filmou e difundiu em direto os últimos instantes do seu companheiro, um negro norte-americano atingido a tiro por um polícia na cidade de Falcon Heights, no estado de Minnesota.


Identificado pela família como Philando Castile, de 32 anos, o homem era funcionário de uma cantina escolar e morreu após um controlo rodoviário, indicou a polícia, que confirmou que um agente realizou os disparos.

Os momentos que se seguiram aos tiros foram gravados por telemóvel pela companheira que seguia ao lado do condutor.

No vídeo, divulgado em direto na rede social Facebook Live e já visto mais de 1,7 milhões de vezes, a mulher explica que o companheiro estava a procurar os seus papéis quando o polícia disparou contra o seu braço.

A mulher, que se identifica como Lavish Reynolds na sua página do Facebook, diz no vídeo dirigindo-se ao polícia que ele disparou quatro tiros contra Castile.

O polícia, a gritar, afirma ter dito ao homem para levantar as mãos.

O incidente ocorreu apenas algumas horas após o anúncio de um inquérito federal sobre um caso semelhante no Louisiana.

Já foi criada uma página Facebook designada "Justiça para Philando Castile".

Com Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.