sicnot

Perfil

Mundo

Mulher filma em direto companheiro atingido pela polícia nos EUA

Mulher filma em direto companheiro atingido pela polícia nos EUA

Uma mulher filmou e difundiu em direto os últimos instantes do seu companheiro, um negro norte-americano atingido a tiro por um polícia na cidade de Falcon Heights, no estado de Minnesota.


Identificado pela família como Philando Castile, de 32 anos, o homem era funcionário de uma cantina escolar e morreu após um controlo rodoviário, indicou a polícia, que confirmou que um agente realizou os disparos.

Os momentos que se seguiram aos tiros foram gravados por telemóvel pela companheira que seguia ao lado do condutor.

No vídeo, divulgado em direto na rede social Facebook Live e já visto mais de 1,7 milhões de vezes, a mulher explica que o companheiro estava a procurar os seus papéis quando o polícia disparou contra o seu braço.

A mulher, que se identifica como Lavish Reynolds na sua página do Facebook, diz no vídeo dirigindo-se ao polícia que ele disparou quatro tiros contra Castile.

O polícia, a gritar, afirma ter dito ao homem para levantar as mãos.

O incidente ocorreu apenas algumas horas após o anúncio de um inquérito federal sobre um caso semelhante no Louisiana.

Já foi criada uma página Facebook designada "Justiça para Philando Castile".

Com Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras