sicnot

Perfil

Mundo

Atirador de Dallas tinha em casa material para fabricar bombas

A polícia de Dallas, no Texas, confirmou que o atirador, que matou cinco pessoas na quinta-feira, é o veterano Micah Johnson, de 25 anos, tendo sido encontrados material para fabrico de bombas na sua casa.

LM Otero

"O suspeito foi identificado como Micah Johnson", um veterano de 25 anos que não tinha nenhum antecedente criminal, informou o departamento da polícia de Dallas, em comunicado.

Durante as buscas, os detetives "encontraram materiais para fabrico de bombas, coletes antibalas, espingardas, munições e um diário pessoal com táticas de combate", acrescentou o comunicado.

O ataque em Dallas ocorreu durante uma manifestação convocada em protesto contra os últimos incidentes de violência policial com conotações racistas registados no país.

Nos últimos dias, mais dois negros foram mortos à queima-roupa por polícias, no decurso de operações de rotina.

Lusa

  • Suspeito do tiroteio de Dallas era um ex-militar
    2:35

    Mundo

    A polícía de Dallas identificou o principal suspeito do tiroteio que fez cinco mortos e nove feridos durante um protesto contra a morte de dois afro-americanos às mãos da polícia. O homem não tinha antecedentes criminais, nem ligações a grupos terroristas, trata-se de um ex-militar norte-americano.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.