sicnot

Perfil

Mundo

China condena instalação de sistema antimísseis norte-americano na Coreia do Sul

A China condenou hoje a instalação de um sistema antimísseis norte-americano na Coreia do Sul por considerar que "prejudica seriamente" a segurança na região.

O Presidente chinês, Xi Jinping

O Presidente chinês, Xi Jinping

Ebrahim Noroozi

Seul e Washington anunciaram hoje um acordo para a instalação na península coreana do sistema THAAD (Terminal High Altitude Area Defence), dadas as crescentes ameaçadas da Coreia do Norte.

Para o Ministério da Defesa chinês, este acordo "prejudica seriamente os interesses estratégicos a nível de segurança de países da região, incluindo a China".

"A China insta fortemente os EUA e a Coreia do Sul a pararem o processo de instalação do sistema antimíssil THAAD", acrescentou o Ministério, na mesma declaração, feita através de um comunicado.

Para Pequim, a instalação deste sistema na Coreia do Sul não ajudará à desnuclearização da península coreana.

A China exprime, assim, "a sua forte desaprovação e a sua firme oposição" ao acordo anunciado por Seul e Washington.

Pequim já havia condenado, por diversas vezes, a possível instalação do THAAD em território sul-coreano, temendo que o seu raio de alcance vá muito além das efetivas necessidades de defesa da península coreana e interfira em interesses chineses.

Por outro lado, a China teme que acabe por provocar uma corrida ao armamento na região.

Os Estados Unidos da América e a Coreia do Sul iniciaram conversações com vista à instalação do sistema norte-americano antimísseis na península coreana em fevereiro, um mês depois de a Coreia do Norte ter feito o seu quarto teste nuclear.

Seul e Washington "fizeram uma aliança para instalar o THAAD", como "medida de defesa para garantir a segurança" da Coreia do Sul e da sua população, disseram hoje os responsáveis pela Defesa dos dois países, num comunicado conjunto que não avança uma data para a concretização do acordo.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.