sicnot

Perfil

Mundo

Suspensos agentes que mataram dois afro-americanos nos EUA

Suspensos agentes que mataram dois afro-americanos nos EUA

Os protestos em Dallas foram desencadeados pelas mortes, em circunstâncias suspeitas, de dois afro-americanos. Em ambos os casos, há indícios de abuso de autoridade por parte da polícia.

  • Seis mortos em Dallas, incluindo cinco polícias vítimas de tiroteio

    Mundo

    Cinco polícias foram mortos esta noite em Dallas, nos Estados Unidos, durante uma manifestação contra a violência policial. Pelo menos dois atiradores balearam 11 agentes da polícia. Três pessoas foram detidas, uma que estava cercada pelas autoridades acabou por disparar sobre si própria, de acordo com as últimas informações. O balanço de mortos sobre assim para seis.

  • Cinco agentes mortos em manifestação contra violência policial nos EUA
    0:38

    Mundo

    O suspeito de ter participado no tiroteio desta manhã que vitimou cinco polícias em Dallas, nos Estado Unidos, e que estava cercado pelas autoridades terá morrido. A informação foi avançada pela imprensa local que diz que o homem se suicidou, depois de horas de trocas de tiros com a polícia. Cinco agentes foram mortos durante uma manifestação contra a violência policial.

  • Violência contra a polícia em Dallas faz 6 mortos
    1:09

    Mundo

    Cinco polícias foram assassinados em Dallas durante um protesto contra a violência policial sobre os afro-americanos. Um dos suspeitos do tiroteio suicidou-se. Nas últimas 48 horas dois homens foram mortos pela polícia e a violência foi registada em vídeo. As imagens tornadas públicas provocaram uma onda de indignação.

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.