sicnot

Perfil

Mundo

Tufão faz pelo menos dois mortos e 70 feridos em Taiwan

O tufão Nepartak fez pelo menos dois mortos e 70 feridos em Taiwan, onde provocou também danos em infraestruturas, edifícios e campos agrícolas, informou hoje o Centro de Resposta de Emergências.

© Erik de Castro / Reuters

O Nepartak perdeu intensidade ao entrar na ilha e no norte de Taiwan foi restaurado, esta manhã, o serviço de transportes públicos e os voos nos aeroportos face ao relativo afastamento do tufão, que encetou uma rota pelo extremo sul e não pelo centro, como se previa.

No entanto, o sul e o leste de Taiwan não foram poupados às chuvas torrenciais e fortes ventos que destruíram infraestruturas e zonas agrícolas.

Até 180 mil casas do leste e sul da Ilha Formosa ficaram sem água e sem eletricidade devido à passagem do tufão, embora o fornecimento tenha sido reestabelecido entretanto na maioria das habitações.

Milhares de pessoas foram retiradas e foram realizadas operações de resgate de idosos e de outras pessoas que ficaram incomunicáveis em distintos pontos da ilha.

Muitos supermercados ficaram sem alimentos frescos e o preço dos vegetais disparou em face da previsível perda de colheitas.

Mais de 35 mil soldados foram colocados sob alerta, sendo que 3.000 foram destacados para as zonas de maior perigo de inundações e deslizamentos de terras.

O 'olho' do tufão tocou terra pelas 05:50 (22:50 de quinta-feira em Lisboa), perto da cidade de Taitung, muito mais tarde do que o previsto e com menos velocidade.

Após perder força, espera-se que deixe a ilha durante o dia de hoje.

O Nepartak movia-se a 12 quilómetros por hora em direção a oeste-noroeste, atravessando a ilha mais a sul do que o previsto, rumo à China, com um raio de 200 quilómetros e ventos sustentados de 151 quilómetros e rajadas de até 191, segundo a Meteorologia.

Dezenas de voos com destino a Taiwan, procedentes de Hong Kong e de Macau, sofreram atrasos ou foram cancelados hoje devido ao Nepartak.

Trata-se da primeira grande tempestade da época de tufões do Pacífico e o seu nome -- Nepartak -- provém de um famoso guerreiro da Micronésia.

Lusa

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.