sicnot

Perfil

Mundo

MNE egípcio viaja para Israel para tentar reativar processo de paz

O ministro egípcio dos Negócios Estrangeiros, Sameh Shoukry, viajará hoje para Israel para tentar reativar o processo de paz e analisar as relações bilaterais e a situação regional com o Estado vizinho.

© Ronen Zvulun / Reuters

O porta-voz do ministério, Ahmed abu Zeid, informou hoje num comunicado que a visita de Sameh Shoukry a Israel acontece num "momento importante", depois de o Presidente egípcio, Abdelfatah al Sisi, ter instado Israel e os palestinianos a encontrarem uma solução global e justa para a "causa palestiniana".

Essa solução "deve cumprir o sonho da criação de um Estado palestino independente e a paz e a segurança para Israel", afirmou o porta-voz.

A viagem do ministro egípcio acontece depois da visita que fez em 29 de junho a Ramallah, bem como da realização da Conferência Ministerial para o Processo de Paz, em 03 de junho, em Paris.

"Tudo isto entre esforços regionais e internacionais que têm como objetivo (...) impulsionar o processo de paz para colocar a causa palestiniana no centro do interesse internacional" , afirmou o porta-voz.

Segundo a mesma fonte, Sameh Shoukry reunir-se-á com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, para analisar "a questão palestiniana e a maneira de reativar as resoluções internacionais e os acordos e entendimentos que os palestinianos e israelitas alcançaram anteriormente".

De acordo com o porta-voz, o ministro abordará também no encontro o tema das relações bilaterais e a situação regional.

Ahmed abu Zeid sublinhou que o objetivo é "reforçar a construção da confiança entre ambas as partes, tendo em vista a criação de uma atmosfera adequada para o recomeço das negociações diretas e chegar a uma solução que ponha fim ao conflito".

Lusa

  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • Nicolas Maduro vence presidenciais na Venezuela

    Mundo

    O chefe de Estado venezuelano, Nicolas Maduro, foi declarado vencedor das eleições presidenciais de domingo pela autoridade eleitoral, com perto de 70% dos votos, depois de contados quase todos os boletins.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29