sicnot

Perfil

Mundo

Noite de protestos nos EUA termina com 200 detidos e cinco polícias feridos

Duzentos detidos e cinco polícias com ferimentos ligeiros é o balanço de outra noite de protestos contra a violências policial em várias cidades dos Estados Unidos, depois das recentes mortes de afro-americanos causadas por agentes brancos.

© Jonathan Bachman / Reuters

A tensão maior viveu-se em Saint Paul (Minesota), onde a polícia e os manifestantes se envolveram em confrontos durante as várias horas que durou o bloqueio de uma autoestrada, tendo sido detidas 50 pessoas.

A polícia local usou bombas de fumo e gás lacrimogéneo para dispersar a concentração e informou que, pelo menos, cinco dos seus agentes ficaram com ferimentos ligeiros porque os manifestantes lançaram material pirotécnico, pedras e garrafas.

A morte do jovem negro Philando Castile, na quarta-feira, assassinado por um polícia, desencadeou protestos raciais durante a semana, juntamente com a de Alton Sterling, um homem negro sobre quem dois polícias brancos dispararam na terça-feira à queima-roupa quando já o tinham dominado e deitado no chão em Baton Rouge (Louisiana).

Foi precisamente em Baton Rouge que se registou o maior número de detenções esta noite (125).

Lusa

  • "Podemos estar a sair da União Europeia, mas não vamos sair da Europa"
    0:40
  • Viver em Évora
    5:11
  • Projeto piloto no Porto com o objetivo de detetar Ambliopia em crianças
    1:16

    País

    São resultados que dizem respeito apenas ao Grande Porto, mas que podem dar uma ajuda para traçar o panorama nacional: 13% das crianças que participaram num rastreio à saúde visual tiveram de ser encaminhadas para consultadas da especialidade. O projeto piloto foi implementado em quatro concelhos do norte do país, mas pode ser alargado.

  • Presidente catalão garante ter plano de contingência
    2:14