sicnot

Perfil

Mundo

Cemitério de navios naufragados encontrado ao largo de arquipélago grego

Quarenta e cinco navios naufragados, alguns com milhares de anos, foram descobertos ao largo de um arquipélago grego, um dos sítios arqueológicos subaquáticos mais ricos do Mediterrâneo, divulgaram hoje as autoridades gregas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Tony Gentile / Reuters

Além dos destroços encontrados nos últimos dois anos ao largo das ilhas Fourni, no Mar Egeu, os investigadores também observaram âncoras e centenas de objetos de cerâmica, anunciou o Ministério da Cultura da Grécia.

Cerca de 23 navios afundados foram encontrados em 2016, com outros 22 descobertos do ano anterior, incluindo naufrágios da época romana, bem como durante o período arcaico (800-480 a.C.).

O arquipélago de Fourni, com cerca de 1.000 habitantes, é composto por doze pequenas ilhas.

Os objetos de cerâmica e âncoras são considerados uma "prova de navegação e de comércio fora do arquipélago, que inclui portos naturais e quilómetros de costa," afirmando que "foi um entreposto comercial marítimo".

Entre as descobertas de 2016 estão um navio da era romana que transportava ânforas e tinha partido do Mar Negro, enquanto ourtro foi datado entre o terceiro e o quarto século e partiu das colónias romanas no norte de África.

Lusa

  • Autópsia à mulher baleada pela PSP contradiz agentes
    1:28

    País

    A mulher que morreu acidentalmente durante uma perseguição da PSP terá sido baleada no pescoço e o trio terá sido disparado por trás. Entretanto, segundo a imprensa, a PJ ainda não encontrou vestígios do tiroteio, entre os assaltantes do multibanco de Almada e a PSP.

  • Marinha dos EUA considera "absolutamente inaceitável" desenho de um pénis no céu

    Mundo

    Os cidadãos do Condado de Okanogan, em Washington, foram surpreendidos esta quinta-feira com o contorno de um pénis no céu. A imagem resultou de um rasto de condensação deixado por um avião militar norte-americano. A Marinha confirmou que um dos seus pilotos tinha desenhado a figura no ar e defendeu que a situação era "absolutamente inaceitável".