sicnot

Perfil

Mundo

Hollande começa em Portugal périplo europeu para dar novo impulso à UE

O Presidente de França, François Hollande, inicia no dia 19 de julho, em Portugal, uma viagem por vários países europeus com o objetivo de "dar um novo impulso à Europa dos 27", anunciou hoje o Palácio do Eliseu.

Alik Keplicz

Segundo a nota hoje divulgada, a viagem de Hollande, que decorre entre 19 a 21 de julho, tem o objetivo de "continuar o trabalho, especialmente com a chanceler alemã e o presidente do conselho italiano, de modo a dar um novo impulso à Europa dos 27".

Após a passagem por Portugal, o Presidente francês segue para a República Checa, Áustria e Eslováquia, onde estará no dia 20.

O pequeno périplo oficial terminará no dia 21 na Irlanda.

A viagem surge depois do referendo de 23 de junho, em que os britânicos escolheram sair da União Europeia (Brexit).

No dia 27 de junho a chanceler alemã, o primeiro-ministro italiano e o Presidente francês reuniram-se e comprometeram-se a avançar com "medidas concretas" para resolver algumas das crises europeias como o terrorismo e a crise dos refugiados, e a promover o crescimento e o emprego.

Nesse encontro, Londres foi instada a invocar com rapidez o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que regula o processo de saída e que só pode ser ativado pelo país afetado.

A vinda de Hollande a Portugal já tinha sido anunciada, com o Presidente francês a dizer que Portugal é um "amigo" de França.

Questionado sobre esta afirmação no domingo, Marcelo Rebelo de Sousa concordou e disse que Portugal e França convergem "na visão sobre questões como a parte orçamental, os refugiados e as migrações".

Interrogado sobre se essa convergência inclui a questão das sanções da UE por défice excessivo, declarou: "Quando se fala da parte orçamental, naturalmente fala-se também nisso".

Com Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.