sicnot

Perfil

Mundo

Papa nomeia norte-americano porta-voz do Vaticano

​O Vaticano nomeou hoje o norte-americano Greg Burke como novo porta-voz, em substituição do padre Federico Lombardi, indicou o boletim diário da sala de imprensa vaticana.

vat104

Para o cargo de subdiretora da sala de imprensa do Vaticano, o papa Francisco nomeou a espanhola Paloma García Ovejero, correspondente da cadeia COPE em Itália e no Vaticano.

Os dois assumem as novas funções a partir de 1 de agosto.

Burke substitui no cargo o padre Lombardi, depois de o jesuíta ter apresentado a sua renúncia. Lombardi era diretor da sala de imprensa desde 2006.

O norte-americano nasceu a 8 de novembro de 1959 em Saint Louis (Missouri) e depois de ter frequentado um dos liceus jesuítas da cidade, licenciou-se em 1983 em Literaturas Comparadas, na universidade de Columbia (Nova Iorque), especializando posteriormente em jornalismo. É membro numerário da Opus Dei.

Trabalhou na agência noticiosa United Press International de Chicago, para a agência Reuters e para o semanário Metropolitan, até ser enviado para Roma como correspondente da revista National Catholic Register.

Em 1990 começou a colaborar com a revista Time e a partir de 2001 começou a trabalhar como correspondente em Roma para a cadeia Fox News.

Em 2012 assumiu funções na secretaria de Estado do Vaticano na secção de Assuntos Gerais, como assessor para a comunicações. Em dezembro passado, tornou-se subdiretor da sala de imprensa do Vaticano em substituição do padre Ciro Benedettini.

Como "número dois" da comunicação do Vaticano, o papa nomeou Paloma García Ovejero, nascida em Madrid a 12 de agosto de 1975.

Licenciada em jornalismo pela universidade Complutense em 1989, Ovejero especializou-se em estratégias de gestão e comunicação na universidade de Nova Iorque, em 2006.

Começou a trabalhar como redatora e locutora em 1989 na Cadena Cope. Em 2012, tornou-se correspondente em Itália e no Vaticano, tendo colaborado com várias cadeias televisivas e meios de comunicação.

Com Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.