sicnot

Perfil

Mundo

Professoras em faculdades de medicina nos EUA ganham 8% menos que colegas homens

As mulheres do corpo docente nas faculdades de medicina públicas dos Estados Unidos ganham menos 8% que os seus colegas homens, segundo um estudo publicado hoje.

Regis Duvignau / Reuters

As médicas, mesmo após terem sido corrigidos os fatores influenciadores de salários que não estão ligados ao sexo, ganham, em média, menos de 20.000 dólares (18.100 euros) por mês em comparação com os médicos.

Este estudo, realizado no Massachusetts General Hospital e na faculdade de medicina de Harvard, no qual participaram mais de 10 mil membros do corpo docente, contando com cerca de 35% de médicas, analisou os dados salariais do corpo de ensino de 24 faculdades de medicina públicas, em 12 estados norte-americanos.

As disparidades mais fortes são nas especialidades de cirurgia ortopédica, cardiologia, ginecologia e obstetrícia, uma das especialidades onde as mulheres estão em maior número.

As diferenças de rendimento entre homens e mulheres são mais baixas nas urgências e na medicina familiar. As radiologistas são uma exceção, tendo salários ligeiramente mais elevados que os homens.

Os resultados foram publicados hoje na revista médica JAMA.

Lusa

  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18
  • Jornalista que denunciou corrupção do Governo de Malta morre em explosão

    Mundo

    A jornalista Daphne Caruana Galizia, que acusou o Governo de Malta de corrupção, morreu esta segunda-feira, numa explosão de carro. O ataque acontece duas semanas depois de a jornalista maltesa recorrer à polícia, para dizer que estava a receber ameaças de morte. A morte acontece quatro meses após a vitória do Partido Trabalhista de Joseph Muscat, nas eleições antecipadas pelo primeiro-ministro, após as alegações da jornalista, que o ligavam a si e à sua mulher ao escândalo dos Panama Papers. O casal negou as acusações de que teriam usado uma offshore para esconder pagamentos do Governo do Azerbaijão.