sicnot

Perfil

Mundo

"Altos níveis de atividade" em bases nucleares norte-coreanas preocupam EUA

Imagens recolhidas recentemente com satélite indicam "altos níveis de atividade" na base de testes nucleares Punggye-ri da Coreia do Norte, disseram especialistas norte-americanos.

Wong Maye-E

No entanto, os especialistas ligados à Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, não sabem se estão em causa operações de manutenção na base ou de preparação de um novo ensaio nuclear por parte da Coreia do Norte.

As imagens foram registadas a 7 de julho e revelam intensa atividade na base onde o exército norte-coreano fez os seus dois últimos testes nucleares, em 2013 e no início deste ano, explica o site 38north.org, ligado àquela universidade e especializado nas questões da Coreia do Norte. O nome do site é uma referência ao paralelo 38, onde a península coreana se divide entre Norte e Sul.

"Apenas a partir destas imagens não é possível determinar se esta é uma atividade para manutenção (...) ou para preparar um quinto teste nuclear", lê-se na página 38north.org.

"No entanto, fica claro que a Coreia do Norte está a garantir a preparação das instalações, de forma a permitir levar a cabo futuros testes nucleares se chegar uma ordem de Pyongyang", acrescentam os especialistas.

As imagens mostram, por exemplo, veículos e vagões usados em trabalho mineiro, o que indica que há trabalho no interior dos túneis da base.

A seis de janeiro, a Coreia do Norte detonou no interior destas galerias subterrâneas aquilo que disse ser uma bomba de hidrogénio, embora análises de peritos internacionais tenham concluído que se tratou de um artefacto menos potente.

Na última semana, a Coreia do Norte condenou o acordo anunciado pela Coreia do Sul e os Estados Unidos para a instalação do sistema antimísseis THAAD em território sul-coreano.

Pyongyang criticou também as sansões aprovadas por Washington contra o líder do regime da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

Em resposta, a Coreia do Norte lançou no último fim de semana um míssil a partir de um submarino e na segunda-feira anunciou o corte do único canal diplomático que mantinha com os EUA, as Nações Unidas.

Com Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.