sicnot

Perfil

Mundo

Colisão de comboios faz pelo menos 10 mortos em Itália

Pelo menos 10 pessoas morreram e várias dezenas ficaram feridas num choque entre dois comboios no sul de Itália, na região de Apúlia, anunciaram os meios de comunicação social.

ITALIAN FIRE BRIGADE / HANDOUT

Google Maps

As duas composições, com quatro carruagens cada, encontravam-se na mesma linha ferroviária e colidiram frontalmente, segundo imagens divulgadas nas televisões.

"Há 10 mortos e muitos feridos", declararam à agência France Presse os bombeiros de Bari, a principal cidade da Apúlia.

A colisão dos dois comboios de passageiros ocorreu cerca das 11:30 locais (10:30 em Lisboa) entre as cidades costeiras de Bari e Barletta, indicou a BBC News no seu "site".

"Algumas das carruagens estão completamente esmagadas e os serviços de socorro estão a retirar as pessoas, muitas estão feridas", declarou aos jornalistas o chefe da polícia de trânsito em Andria, perto de Bari, citado pela AFP.

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renki interrompeu um discurso em Milão para declarar que o país "não descansará enquanto não se souber o que aconteceu".

"Este é um momento de lágrimas em que precisamos de trabalhar para recuperar as vítimas mortais e os feridos", adiantou, antes de referir que ia regressar imediatamente a Roma.

Segundo investigadores, é possível que a colisão se deva a erro humano.

Um dos comboios deveria ter esperado numa estação pela luz verde antes de se dirigir para a linha única entre as cidades de Corato e Andria.

Com Lusa

  • Ministra tem condições para ficar?
    1:57
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • Os testemunhos emocionados de quem perdeu quase tudo nos fogos
    2:10
  • A primeira moção de censura ao fim de quase dois anos
    1:42

    País

    O CDS-PP avançou com uma moção de censura ao Governo, perante o que chama de falha do Governo na proteção das pessoas. O PSD apoia a iniciativa. António Costa fala num ato natural da democracia. Esta é a primeira moção de censura que o Governo socialista enfrenta ao fim de quase dois anos de mandato.

  • "Agora é tempo de decidir e executar"
    1:27

    País

    O primeiro-ministro reuniu-se esta terça-feira com os autarcas das zonas mais afetadas pelos incêndios e visitou os feridos, que continuam internados no Hospital de Coimbra. António Costa diz que o tempo das respostas começa agora.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.