sicnot

Perfil

Mundo

Obama insiste que EUA não estão tão divididos como parece

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assegurou hoje, na cerimónia de homenagem aos cinco polícias assassinados em Dallas, que os norte-americanos não estão "tão divididos como parece".

© Jonathan Ernst / Reuters

"Estou aqui para salientar que não estamos tão divididos como parece. Estou aqui para dizer que devemos recusar esse desespero", afirmou Barack Obama, no início do seu discurso em homenagem aos cinco agentes mortos a semana passada.

O assassínio dos polícias aumentou as já tensas relações raciais no país, depois de na mesma semana dois polícias terem matado dois cidadãos negros.

Reconhecendo que os assassínios em Dallas "mostraram as falhas da democracia" nos Estados Unidos, Barack Obama disse que o país tem feito grandes progressos em questões raciais.

No discurso, o Presidente recordou o "perigo" que a polícia enfrenta diariamente.

"A maioria dos agentes da polícia merece o nosso respeito, não o nosso desdém. Muitas vezes pedimos à polícia que faça imensas coisas e exigimos muito pouco a nós mesmos", acrescentou.

Barack Obama falava durante a cerimónia multiconfessional de homenagem aos cinco polícias mortos a semana passada em Dallas durante um protesto contra a violência da polícia contra cidadãos afroamericanos.

O Presidente dos Estados esteve acompanhado da mulher Michelle Obama, do vice-Presidente Joe Biden e do antigo chefe de Estado norte-americano, residente na área de Dallas, George W. Bush.

Lusa

  • Milhares participam em marchas contra a violência nos EUA
    1:40

    Mundo

    Nos Estados Unidos continuam as ondas de choque depois do ataque de ontem em Dallas. Milhares de pessoas participaram em várias marchas contra a violência que resultaram em mais confrontos com a polícia e até Donald Trump comentou o assunto com mais contenção do que é habitual.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.