sicnot

Perfil

Mundo

Obama insiste que EUA não estão tão divididos como parece

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assegurou hoje, na cerimónia de homenagem aos cinco polícias assassinados em Dallas, que os norte-americanos não estão "tão divididos como parece".

© Jonathan Ernst / Reuters

"Estou aqui para salientar que não estamos tão divididos como parece. Estou aqui para dizer que devemos recusar esse desespero", afirmou Barack Obama, no início do seu discurso em homenagem aos cinco agentes mortos a semana passada.

O assassínio dos polícias aumentou as já tensas relações raciais no país, depois de na mesma semana dois polícias terem matado dois cidadãos negros.

Reconhecendo que os assassínios em Dallas "mostraram as falhas da democracia" nos Estados Unidos, Barack Obama disse que o país tem feito grandes progressos em questões raciais.

No discurso, o Presidente recordou o "perigo" que a polícia enfrenta diariamente.

"A maioria dos agentes da polícia merece o nosso respeito, não o nosso desdém. Muitas vezes pedimos à polícia que faça imensas coisas e exigimos muito pouco a nós mesmos", acrescentou.

Barack Obama falava durante a cerimónia multiconfessional de homenagem aos cinco polícias mortos a semana passada em Dallas durante um protesto contra a violência da polícia contra cidadãos afroamericanos.

O Presidente dos Estados esteve acompanhado da mulher Michelle Obama, do vice-Presidente Joe Biden e do antigo chefe de Estado norte-americano, residente na área de Dallas, George W. Bush.

Lusa

  • Milhares participam em marchas contra a violência nos EUA
    1:40

    Mundo

    Nos Estados Unidos continuam as ondas de choque depois do ataque de ontem em Dallas. Milhares de pessoas participaram em várias marchas contra a violência que resultaram em mais confrontos com a polícia e até Donald Trump comentou o assunto com mais contenção do que é habitual.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.