sicnot

Perfil

Mundo

Rainha da beleza bósnia condenada a dois anos e meio de prisão

Um tribunal de recurso da Bósnia confirmou esta terça-feira uma pena de dois anos e meio de prisão para a antiga rainha da beleza do país Slobobanka Tosic por servir de isco para ajudar a matar uma pessoa.

Slobodanka Tosic, 30 anos e ex-modelo da Playboy, foi condenada por organizar, em 2006, um encontro com um mafioso Djordje Zdrale para ajudar o seu arquirrival Darko Elez a assassiná-lo.

Djordje Zdrale ficou ferido na tentativa de assassínio, mas conseguiu fugir.

Entretanto condenado a 20 anos de prisão por outro crime, Djordje Zdrale foi levado a tribunal para testemunhar contra Slobodanka Tosic, que foi acusada de cumplicidade.

A modelo, que venceu com 19 anos o concurso de Miss Bósnia, apareceu na capa da Playboy da Sérvia em 2008, tendo participado também naquele ano num 'realty show'.

Em tribunal ficou provado que Slobodanka Tosic pertencia à rede criminosa de Darko Elez, que foi desmantelada em 2012.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.