sicnot

Perfil

Mundo

Hollande diz que diminui orçamento do Eliseu em resposta ao caso do cabeleireiro

O presidente francês, François Hollande, criticado pelos custos de cabeleireiro considerados exorbitantes, defendeu-se hoje destacando ter reduzido o orçamento presidencial desde a sua eleição em 2012.

© POOL New / Reuters

"Fiz diminuir o orçamento do Eliseu que era de 109 milhões em 2012 para 100 milhões, reduzi em 10 por cento os efetivos do Eliseu", afirmou numa entrevista à televisão por ocasião da festa nacional.

"O meu salário baixou 30% e vêm ter comigo acerca de uma questão de que não sou o primeiro responsável", adiantou, em resposta a uma pergunta sobre o salário do seu cabeleireiro pessoal, que é de perto de 10.000 euros brutos por mês.

O chefe de Estado afirmou admitir qualquer crítica, mas "essa, não".

O jornal satírico francês Le Canard Enchaîné revelou na edição de quarta-feira o salário bruto mensal do cabeleireiro do calvo presidente Hollande, o que suscitou indignação e chacota na oposição e nas redes sociais.

"O 'brushing' presidencial não tem preço. Cortar e pentear as três madeixas do presidente, lavá-las, pintá-las, penteá-las e voltar a pintá-las é um trabalho sério. Um atleta do pente e do pincel é o responsável, trabalhando na sombra desde o início do mandato e seguindo François Hollande em todas as viagens oficiais", escreveu o jornalista do Le Canard Enchaîné, que mantem a ironia ao longo de todo o artigo.

Lusa

  • Confrontos entre adeptos do Benfica e do SC Braga
    5:33

    Desporto

    Os adeptos do Benfica e do Sporting de Braga envolveram-se em confrontos num parque de estacionamento nas imediações do Estádio do Braga. O tumulto ocorreu por volta das 17:30 da tarde. O repórter da SIC Miguel Mota esteve no local onde contou o que aconteceu.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.