sicnot

Perfil

Mundo

Tempestade tropical na China provocou 21 mortos e 13 desaparecidos

Uma tempestade tropical na China fez 21 mortos e 13 desaparecidos após ter atingido Taiwan com chuva e ventos de tufão, segundo disse hoje a agência de notícias chinesa, Xinhua.

(arquivo)

(arquivo)

© China Stringer Network / Reut

As perdas económicas diretas chegam a sete mil milhões de yuan, cerca de 940 milhões de euros.

A tempestade tropical atingiu a costa da China durante o fim de semana e provém do supertufão Nepartak que deixou a ilha de Taiwan num estado de caos na semana passada.

O Nepartak enfraqueceu para tempestade tropical no sábado, quando atingiu a província de Fujian, na costa leste chinesa.

Taiwan viu os ventos mais fortes registados num século, o que obrigou 15.000 pessoas a deixarem as suas casas. O centro de operações de emergência de Taiwan disse que três pessoas foram mortas e 300 ficaram feridas.

Segundo a Xinhua, mais de meio milhão de pessoas tiveram de ser retiradas dos seus locais de habitação e 8.300 casas foram destruídas num dos piores períodos de tempestades de verão na China.

Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.