sicnot

Perfil

Mundo

Exército acusa presidente de ter imposto um "regime autoritário de medo"

O exército turco classificou hoje o presidente turco, o islamista Recep Tayyip Erdogan, como um "traidor" e acusou-o de ter estabelecido um "regime autoritário de medo", depois de terem anunciado que tinham tomado o poder e estabelecido a lei marcial.

© Murad Sezer / Reuters

Em comunicado lido na televisão turca TRT, o exército turco assegura que o país será governado por uma denominado "conselho de paz do país" para dar "a todos os cidadãos, todos os direito e estabelecer a ordem constitucional".

Sob as ordens de Erdogan, "todas as instituições do estado começam a ser desenhadas com propósito ideológico e o império da Lei secular foi, de facto, eliminado", prossegue o comunicado.

O exército turco ordenou a todas as emissoras que emitissem a mesma informação, na qual afirma que "o poder político perdeu a sua legitimidade e foi derrubado e (os seus responsáveis) serão processados".

Esta noite, forças de segurança turcas encerraram as duas pontes sobre o estreito do Bósforo, em Istambul, e foram ouvidos jatos militares voando baixo sobre Ancara.

Depois de aviões terem voado a baixa altitude há helicópteros a sobrevoar a capital turca.

Lusa

  • Tentativa de golpe de Estado na Turquia

    Mundo

    Forças de segurança turcas encerraram as duas pontes sobre o estreito do Bósforo, em Istambul, e foram ouvidos jatos militares voando baixo sobre Ancara, tendo o primeiro-ministro admitido que esteja em curso um golpe militar.

  • Jatos militares sobrevoam Ancara e duas pontes estão fechadas
    1:42

    Mundo

    José Pedro Tavares relata as movimentações militares que estão a acontecer em Ancara, na Turquia. O correspondente da SIC explica ter ouvido jatos militares a sobrevoarem a capital. Até ao momento não existe qualquer informação oficial de que se trate de um golpe de Estado mas duas pontes da cidade estão fechadas e os militares recomendam que a população não saia de casa.

  • Exército anuncia que tomou o poder na Turquia

    Mundo

    O Exército turco afirmou, em comunicado de imprensa, que tomou o poder em todo o país. "O Exército assumiu totalmente o poder para restaurar a democracia. Todos os nossos acordos internacionais estão em vigor. Esperamos manter as boas relações com todos os países", refere, no comunicado, o Estado-Maior do Exército.

  • "Se o exército turco se dividir há guerra civil"
    3:33

    Mundo

    As forças de segurança turcas encerraram as duas pontes sobre o estreito do rio Bósforo, em Istambul. Fala-se numa tentativa de golpe militar. O general Rodolfo Begonha esteve em direto na SIC Notícias e diz que até ao momento não existem informações suficientes para entender as motivações dos militares. O general fala ainda da relação complicada da Turquia com os curdos e explica que caso o exército turco se divida existe uma forte possibilidade de guerra civil .

  • No caso de uma revolução o processo de islamização deverá ser travado
    5:36

    Mundo

    Henrique Cymerman considera que, caso o golpe de Estado venha a efetivar-se na Turquia, o processo de ismalização no país derá travado. O correspondenteda SIC em Israel afirma que o país está atento aos últimos acontecimentos na Turquia, com quem fechou um acordo após vários incidentes e um conflitos de vários anos.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.