sicnot

Perfil

Mundo

Obama pede que se evite "banho de sangue" na Turquia

O Presidente dos EUA, Barack Obama, exortou hoje todas as partes na Turquia a apoiarem o Governo turco "democraticamente eleito" do Presidente Recel Tayyip Erdogan, e quando decorre um tentativa de golpe de Estado no país, anunciou a Casa Branca.

© Murad Sezer / Reuters

Após uma conversa telefónica com o seu secretário de Estado John Kerry, que se encontra em Moscovo, Obama apelou à "contenção e evitar violência ou banho de sangue" na Turquia, onde diversos polícias já foram mortos e onde os soldados dispararam sobre a multidão em Istambul.

Em Berlim, o porta-voz da chanceler alemã Angela Merkel considerou que a "ordem democrática deve ser respeitada na Turquia" e acrescentou que "tudo deve ser feito para proteger as vidas humanas".

Lusa

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • A corrida pelo melhor lugar no Rock in Rio
    2:00