sicnot

Perfil

Mundo

Civis resistiram ao avanço dos militares na Turquia

Civis resistiram ao avanço dos militares na Turquia

Durante a tentativa de golpe de Estado na Turquia, os militares procuraram controlar locais estratégicos do país como estações de televisão e vias de comunicação. Contudo, a população respondeu ao apelo do presidente e resistiu ao avanço dos militares. A cadeira de televisão "CNN Turquia" foi um dos meios de comunicação tomados pelos militares. A ação militar destruiu vários edifícios do Governo e provocou quase 200 mortos e mais de mil feridos.

  • Imagens mostram militares a invadir sede da CNN turca
    1:20

    Mundo

    Durante a tentativa de golpe de Estado na Turquia, vários militares entraram na sede da CNN, em Istambul. Os militares ocuparam os estúdios e a redação. Os vídeos amadores mostram o momento em que os soldados começam a subir as escadas, perante a tentativa de resistência de alguns funcionários. Dentro da sala, são vários os civis, jornalistas e membros da equipa da CNN turca, que tentam controlar os militares. Veja aqui o vídeo de enorme tensão, com armas e ameaças, e soldados que acabam por ser agredidos.

  • Militares do golpe de Estado na Turquia entregam-se às autoridades
    1:58

    Mundo

    A tentativa de golpe de Estado começou durante a noite de ontem e, terminou várias horas depois. Hoje de manhã, os militares renderam-se. No seguimento desta operação, foram feitas mais de 1.500 detenções. Veja aqui o vídeo do momento em que várias dezenas de militares se rendem às autoridades.

  • Presidente da IPSS "O Sonho" garante que vai demitir-se
    0:57

    País

    A PJ de Setúbal fez esta sexta-feira buscas em três instituições de solidariedade social e em casas particulares ligadas à IPSS "O Sonho", por suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos. O presidente da associação nega as suspeitas e diz que está de "consciência tranquila". Florival Cardoso, que é o principal visado na investigação, fala sobre uma "caça às bruxas" e garante que vai demitir-se, porque considera que está a ser cometida uma "enorme injustiça".

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00