sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan garante que não vai sair do poder

Erdogan garante que não vai sair do poder

O Presidente da Turquia garante que os responsáveis pela tentativa de golpe de Estado vão pagar um preço muito alto. Erdogan diz que se tratou de uma minoria e que não vai sair do poder.

Recep Tayyip Erdogan, que falava no aeroporto de Istambul, onde aterrou esta madrugada vindo de uma instância balnear onde estava de férias, disse que as Forças Armadas não controlam nem controlarão o poder no país.

O Presidente turco já havia falado duas horas antes, à chegada à cidade, tendo garantido que a tentativa de golpe de Estado é como um "presente de Deus" que permitirá "limpar" o Exército.

O Presidente turco culpou pelo golpe de Estado, que definiu de "traição", os apoiantes do seu arqui-inimigo, Fethullah Gülen, um imã exilado há anos nos Estados Unidos. O movimento que apoia Gülen (Hizmet) e o próprio Fethullah Gülen já condenaram o golpe em dois comunicados nas últimas horas.

"Tendo sido alvo de múltiplos golpes de estado militares ao longo de cinco décadas é especialmente insultuoso ser acusado de estar ligado a esta intentona. Nego categoricamente estas acusações", disse Gülen, no comunicado mais recente.

O Governo e os serviços secretos dão há horas a tentativa de golpe como fracassada, embora admitindo que permanecem bolsas de resistência.

O primeiro-ministro, Binali Yildirim, anunciou entretanto a nomeação de um novo chefe das Forças Armadas interino, Ümit Dündar, para substituir o general Hulusi Akar, que as autoridades turcas pensam ter sido feito prisioneiro dos golpistas.

Por outro lado, nas últimas horas, as televisões transmitiram em direto a rendição de uma unidade do exército constituída por cerca de 60 militares rebeldes que tinham tomado uma das pontes do Bósforo, em Istambul.

Em simultâneo, caças da Força Aérea turca bombardearam tanques usados pelos rebeldes que estavam em redor do palácio presidencial, em Ancara, a capital do país, segundo fontes da Presidência citadas pela agência de notícias AFP.

Os meios de comunicação social têm dado conta, ao longo da madrugada, de tiroteios e explosões em Istambul e Ancara e de bombardeamentos do edifício do parlamento e nas imediações do palácio presidencial.

Em declarações à televisão CNNTürk, o primeiro-ministro turco revelou que deu ordens à Força Aérea para atacar as forças em rebelião.

Yildirim disse ainda que à frente do golpe estão cerca de 40 comandantes militares, incluindo um general que entretanto morreu no decurso da tentativa de golpe.

Segundo o mais recente balanço, feito pela Procuradoria turca, pelo menos 60 pessoas morreram esta noite no país no decurso da tentativa de golpe.

Fontes não identificadas citadas pela AFP referem que as autoridades já detiveram 336 pessoas relacionadas com a tentativa de golpe, mas oficialmente foram só confirmadas, até agora, cerca de 130.

Entre os mortos estão 17 polícias, vítimas de um ataque em Gölbasi, em Ancara, a um edifício de uma unidade de elite policial.

Com Lusa

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.