sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan garante que não vai sair do poder

Erdogan garante que não vai sair do poder

O Presidente da Turquia garante que os responsáveis pela tentativa de golpe de Estado vão pagar um preço muito alto. Erdogan diz que se tratou de uma minoria e que não vai sair do poder.

Recep Tayyip Erdogan, que falava no aeroporto de Istambul, onde aterrou esta madrugada vindo de uma instância balnear onde estava de férias, disse que as Forças Armadas não controlam nem controlarão o poder no país.

O Presidente turco já havia falado duas horas antes, à chegada à cidade, tendo garantido que a tentativa de golpe de Estado é como um "presente de Deus" que permitirá "limpar" o Exército.

O Presidente turco culpou pelo golpe de Estado, que definiu de "traição", os apoiantes do seu arqui-inimigo, Fethullah Gülen, um imã exilado há anos nos Estados Unidos. O movimento que apoia Gülen (Hizmet) e o próprio Fethullah Gülen já condenaram o golpe em dois comunicados nas últimas horas.

"Tendo sido alvo de múltiplos golpes de estado militares ao longo de cinco décadas é especialmente insultuoso ser acusado de estar ligado a esta intentona. Nego categoricamente estas acusações", disse Gülen, no comunicado mais recente.

O Governo e os serviços secretos dão há horas a tentativa de golpe como fracassada, embora admitindo que permanecem bolsas de resistência.

O primeiro-ministro, Binali Yildirim, anunciou entretanto a nomeação de um novo chefe das Forças Armadas interino, Ümit Dündar, para substituir o general Hulusi Akar, que as autoridades turcas pensam ter sido feito prisioneiro dos golpistas.

Por outro lado, nas últimas horas, as televisões transmitiram em direto a rendição de uma unidade do exército constituída por cerca de 60 militares rebeldes que tinham tomado uma das pontes do Bósforo, em Istambul.

Em simultâneo, caças da Força Aérea turca bombardearam tanques usados pelos rebeldes que estavam em redor do palácio presidencial, em Ancara, a capital do país, segundo fontes da Presidência citadas pela agência de notícias AFP.

Os meios de comunicação social têm dado conta, ao longo da madrugada, de tiroteios e explosões em Istambul e Ancara e de bombardeamentos do edifício do parlamento e nas imediações do palácio presidencial.

Em declarações à televisão CNNTürk, o primeiro-ministro turco revelou que deu ordens à Força Aérea para atacar as forças em rebelião.

Yildirim disse ainda que à frente do golpe estão cerca de 40 comandantes militares, incluindo um general que entretanto morreu no decurso da tentativa de golpe.

Segundo o mais recente balanço, feito pela Procuradoria turca, pelo menos 60 pessoas morreram esta noite no país no decurso da tentativa de golpe.

Fontes não identificadas citadas pela AFP referem que as autoridades já detiveram 336 pessoas relacionadas com a tentativa de golpe, mas oficialmente foram só confirmadas, até agora, cerca de 130.

Entre os mortos estão 17 polícias, vítimas de um ataque em Gölbasi, em Ancara, a um edifício de uma unidade de elite policial.

Com Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17