sicnot

Perfil

Mundo

Irão condena tentativa de golpe na Turquia e apela à estabilidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohamad Yavad Zarif, condenou hoje a tentativa de golpe de estado na Turquia e instou à "estabilidade, democracia e segurança" no país vizinho.

CEM TURKEL

"Os golpes de estado não têm lugar na região" e estão condenados "ao fracasso", escreveu o ministro, no Twitter, sublinhando que, neste caso, o resultado se deveu "à corajosa defesa da democracia e do Governo eleito" por parte do povo turco.

O secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional iraniano, Alí Shamjaní, disse por seu turno à agência oficial IRNA que as autoridades de Teerão "estão a seguir com preocupação" os acontecimentos na Turquia e indicou que "a instabilidade afetará a segurança e a paz das pessoas" no país vizinho.

A Turquia é o principal destino dos turistas do Irão e um dos seus maiores parceiros comerciais. O Irão é o maior fornecedor de energia da Turquia.

Pelo menos 194 pessoas morreram durante a tentativa de golpe de estado na Turquia posta em marcha na sexta-feira à noite por militares rebeldes.

As autoridades anunciaram já a detenção de mais de 1.500 militares relacionados com a intentona.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22