sicnot

Perfil

Mundo

Bairros rebeldes a leste de Alepo cercados pelo exército sírio

Os bairros a leste da cidade setentrional de Alepo em posse dos rebeldes estão "totalmente cercados", após o exército sírio ter tomado o controlo da última estrada de acesso à área nas mãos dos revoltosos, indicou hoje uma organização não-governamental.

Alepo, Síria

Alepo, Síria

© Abdalrhman Ismail / Reuters

"Os combatentes do regime já estão na estrada do Castello e ocuparam-na totalmente", indicou Rami Adbel Rahmane, diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Com a ocupação da estrada, os bairros do leste de Alepo "estão completamente cercados", inviabilizando qualquer tipo de abastecimento aos rebeldes.

A 7 deste mês, as forças pró-Assad já tinham ocupado parcialmente a estrada que se mantinha como última via de acesso de pessoas e bens à zona leste de Alepo.

Um combatente rebelde, contactado pela agência France Presse, admitiu que toda a cidade está cercada.

Segundo estimativas oficiosas, nos bairros a leste de Alepo vivem cerca de 200 mil pessoas, que começaram nos últimos dias a sofrer com a falta de mantimentos face à impossibilidade de a zona ser abastecida, deixando entender que, a continuar o cerco, poderão enfrentar a fome.

A segunda maior cidade da Sìria está dividida desde 2012 entre os bairros nas mãos do regime, a oeste, e os controlados por grupos rebeldes, a leste.

Desencadeada em 2011, a revolta na Sìria contra o regime de Bashar Al-Assad transformou-se numa guerra devastadora, em que estão envolvidos uma multiplicidade de atores locais, regionais e internacionais.

O conflito já causou mais de 280.000 mortos e milhões de deslocados e refugiados.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.